Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

3ª Edição do Prémio Municipal Maria Aurora

No passado dia 20 de julho, o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, distinguiu, ao lado da Vereadora Madalena Nunes, e da Conselheira Municipal para a Igualdade, Guida Vieira, os vencedores da 3ª edição do Prémio Municipal Maria Aurora (PMMA), que premeia trabalhos variados sobre a temática da Igualdade de Género, com um prémio total de 3 mil euros.

O Prémio Municipal Maria Aurora foi criado em 2014 pela CMF, no sentido de promover e desenvolver trabalhos em prol da igualdade, perpetuando, deste modo, o nome da jornalista e escritora, reconhecida por todos como uma grande defensora dos direitos das mulheres. Paulo Cafôfo considerou que "esta é sempre um oportunidade especial para recordarmos a Maria Aurora, uma mulher tão multifacetada, mas sempre tão presente nas questões da Igualdade de Género", e congratulou-se pelo facto do prémio "continuar a crescer no número dos trabalhos a concurso, tal como já se tinha verificado no ano passado, dando eco a questões tão atuais e cada vez mais obrigatórias na nossa sociedade."

O Presidente lembrou que "a vontade de implementar medidas sistemáticas na área da Igualdade de Género remonta ao nosso programa eleitoral, medidas que considerámos fundamentais, ou não estivessem associadas a funções básicas de democracia e cidadania. Esta é, portanto, uma questão especial e muito importante para nós". O Prémio enquadra-se, assim, “numa estratégia transversal do Município, e não num qualquer tipo de iniciativa isolada, porque a Igualdade de Género foi sempre uma das nossas prioridades". Paulo Cafôfo lembrou, de resto, a publicação do Plano Municipal para a Igualdade (2014-2017), a adesão a vários protocolos nacionais, a criação do Conselho Municipal, de um Dia próprio e a indicação de uma Conselheira Municipal, cargo desempenhado atualmente por Guida Vieira, medidas "que nunca são demais, porque ainda temos um caminho a fazer até atingirmos patamares dignos de uma sociedade evoluída neste capítulo."

Este ano, o prémio teve três vencedores ex-aequo: