Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

segunda, 26 novembro 2018 11:46

CMF e ACIF convidam população a votar na edição de Natal do Concurso de Vitrinismo

A Câmara Municipal do Funchal, em parceria com a Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF) - Câmara de Comércio e Indústria da Madeira, tem em curso a 6ª edição do Concurso de Decoração de Vitrines e/ou Fachadas dos estabelecimentos comerciais do centro da cidade. A grande novidade desta edição será a participação do público na escolha dos vencedores, através do Facebook oficial da Autarquia.

A iniciativa, cuja edição inaugural decorreu no Natal de 2016, pretende contribuir para a dinamização do comércio local, concretizando uma medida prevista no Programa de Revitalização de Comércio do Funchal, que, ao longo dos últimos anos, tem tido um papel preponderante na regeneração da economia da cidade.

O Concurso de Vitrinismo vai eleger, uma vez mais, as melhores decorações da Baixa, sendo atribuídos prémios aos três primeiros classificados, respetivamente 1000, 500 e 250 euros. As candidaturas estão abertas a todos os estabelecimentos comerciais localizados no centro do Funchal, com montras visíveis ao público, e deverão ser efetuadas até às 17 horas do dia 7 de dezembro, em formulário próprio, disponível nos sites da CMF e da ACIF.

A avaliação será efetuada, desta vez, em parte por um júri (60%), que terá como critérios principais o impacto visual das criações, a criatividade e a utilização de material natural/reciclável, e em parte pelo público em geral (40%), sendo que, tal como foi referido, serão publicadas fotos de todas as montra no Facebook da Câmara Municipal do Funchal, onde decorrerá a votação do público, através de “gostos/ likes” nas publicações. Outra das novidades desta edição serão os dísticos colocados nas montras de todas as lojas concorrentes, chamando à atenção e mobilizando à votação.

O objetivo da Câmara Municipal do Funchal é manter vários concursos anuais de vitrinismo (Natal, Festa da Flor e, este ano, Semana da Mobilidade), pela importância desta iniciativa, não só no embelezamento das ruas nestas alturas especialmente simbólicas mas, sobretudo, pela importância da decoração das vitrines/montras para a atratividade dos clientes, também em termos turísticos, e, consequentemente, para a maior dinâmica de vendas.