Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

quinta, 17 maio 2018 17:12

Museus da CMF com muitas atividades e portas abertas amanhã

A Câmara Municipal do Funchal assinala amanhã, dia 18 de maio, o Dia Internacional dos Museus, com um preenchido calendário de atividades nos museus municipais, nomeadamente, no Museu de História Natural do Funchal, Museu A Cidade do Açúcar e Museu Henrique e Francisco Franco. Recorde-se que estes dois últimos já têm entradas livres em vigor ao longo de todo o ano, consoante decisão do Executivo de Paulo Cafôfo, sendo que esta sexta-feira a medida vai estender-se, igualmente, ao Museu de História Natural. Todas as dependências museológicas da cidade estarão, assim, à disposição de residentes e turistas, com atividades temáticas preparadas e diversas surpresas, pelo que a CMF incentiva toda a população a aproveitar a oportunidade e a usufruir deste tão importante património municipal.

Museu de História Natural do Funchal

O MHNF tem planeada a realização de diversas visitas guiadas (com a duração de uma hora), às 10h, 11h, 14h, 15h e 16h. As visitas vão consistir na passagem pelo Aquário, onde os visitantes poderão observar as espécies residentes nos 15 tanques, todas elas representantes da fauna marinha costeira do Arquipélago da Madeira, pelas salas de exposição permanente e pela exposição temporária denominada “Darwin e a dinâmica dos solos”. No final, será possível passear no Jardim de Plantas Aromáticas e Medicinais e apreciar as diferentes ervas aromáticas. Os visitantes terão, assim, a oportunidade de conhecer múltiplos aspetos relacionados com a História Natural do arquipélago madeirense.

De forma a complementar as visitas guiadas, serão ainda realizados ateliês temáticos relacionados com a Biologia Marinha e a Entomologia, onde será dado a conhecer o mundo dos insetos, bem como a descoberta de algumas espécies da vida marinha do Arquipélago da Madeira, incentivando a participação em atividades lúdico-pedagógicas e fomentando a alteração de comportamentos, com vista à conservação da natureza.

Acrescente-se que, esta sexta-feira, o Museu de História Natural do Funchal irá dinamizar, igualmente, a atividade “De Palácio a Palácio: um passeio pela cidade do Funchal”, resultado de uma parceria entre o Palácio de São Lourenço e a CMF. Os alunos do 1º ciclo envolvidos serão, neste caso, conduzidos em pequenos grupos num percurso por várias ruas e monumentos da cidade do Funchal, terminando no Palácio de São Lourenço.

Museu A Cidade do Açúcar

No MACA, as atividades começaram já hoje, com a realização de um workshop subordinado ao tema “Bonecas de Massa”, que irá abordar a técnica, o uso e os costumes de uma tradição centenária do arquipélago, que figurava obrigatoriamente nas festas populares madeirenses e esteve em vias de desaparecimento.

Amanhã, dia 18 de maio, serão realizadas, por sua vez, visitas guiadas por parte do serviço educativo do Museu, bem como estendido o horário de funcionamento do mesmo até às 19h, de forma a que todos possam visitar este espaço dedicado à história da indústria açucareira insular, entre os séculos XV e XIX, uma das fases mais conhecidas e marcantes da história e cultura da ilha da Madeira, conhecida como o ciclo do “ouro branco”.

Museu Henrique e Francisco Franco

O MHFF associa-se, por fim, às comemorações deste ano, segundo o tema lançado pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM): “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”. Assim sendo, o convite ao público em geral é o de redescobrir as exposições “Paris Horizonte Fatal – Henrique e Francisco Franco e a Cidade Luminosa” e “QUINTESSÊNCIA II”, de Luz Henriques. As visitas livres decorrem das 9h30 às 18h, e as visitas orientadas às 10h e às 15h.

Para além destas, será realizada uma atividade temática, que tem como tema “A Família (Re)descobre a Modernidade”, sendo dirigida a pais e filhos, e avós e netos (crianças dos 4 aos 10 anos). A atividade acontecerá ao longo do dia e terá uma duração aproximada de uma hora. Cada grupo participante deverá ter no máximo 25 crianças e dois familiares por criança e irá decorrer em dois momentos: um de descoberta e observação de algumas obras de arte expostas e outro de perguntas e respostas, através de um livro de atividades.