Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

sexta, 13 abril 2018 19:54

Miguel Silva Gouveia celebrou contrato que cede 30 obras do artista Danilo Gouveia à CMF

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) celebrou, hoje, um contrato comodato que doa 30 obras do artista Danilo Gouveia ao Teatro Municipal Baltazar Dias, durante um ano. As obras estarão em exposição até dia 30 de abril na Sala da Pintura do Teatro Municipal, local que o artista utilizava para realizar obras de restauro, quadros e telas cénias. O Vice-Presidente da CMF, Miguel Silva Gouveia, acompanhou a ocasião junto dos filhos do artista, que recordaram, com imensa felicidade e satisfação a vida do mesmo. 

Miguel Silva Gouveia realça “o Teatro Municipal como uma casa que também foi do Danilo, e que o é neste momento, através desta bonita homenagem que agora fazemos. Mantemos bem viva a memória deste artista que tanto acarinhamos e que tanto contribuiu para a cultura na Madeira. O contrato hoje assinado permite levar a arte de Danilo Gouveia a todos os madeirenses e aos que visitam o Funchal, um artista que é uma referência para a cidade do Funchal. No fundo é devolver à cidade um trabalho de um dos seus filhos mais proeminentes no mundo das artes”.

O Autarca sublinhou ainda “o orçamento da CMF, que é um documento estruturante, onde se desenham opções. No Funchal há que relevar o orçamento para a cultura. Quando a nível nacional se exige 1%, é importante salientar que no Funchal o orçamento para cultura ascende os 2%, o dobro do que se está a pedir a nível nacional, destacando ainda o apoio ao associativismo cultural, à promoção e à coorganização de eventos entre a CMF e um conjunto de Entidades artísticas. Desde a literatura, música, pintura, teatro, todas elas enriquecem um orçamento que é, sem dúvida, um investimento no crescimento e no desenvolvimento sustentado de uma cidade e de uma sociedade”.