Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

quinta, 11 janeiro 2018 14:51

CMF abre concurso para novo Comandante dos Sapadores do Funchal

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, anunciou hoje, após a Reunião de Câmara semanal, que a Autarquia vai abrir, nos próximos 60 dias, o concurso para o novo Comandante dos Bombeiros Sapadores do Funchal, depois de ter sido finalmente ultrapassada a questão da nomeação definitiva de um Comandante, graças à transição formal do “Corpo de Bombeiros Municipais do Funchal” para “Corpo de Bombeiros Sapadores”. A Autarquia prepara-se, assim, para resolver um processo longo, por impossibilidade legal de adotar uma tipificação apropriada aos Bombeiros Municipais.

Desde setembro de 2014, e já sob nomeação do atual Executivo, foi o Bombeiro Chefe José João de Freitas a exercer as funções de Comandante Interino dos Bombeiros Municipais, na qualidade de bombeiro com maior antiguidade do quadro ativo. A Autarquia entende que José João de Freitas foi, nos últimos três anos, um garante de estabilidade para a corporação, juntamente com os quatro subchefes de secções, que lideraram um total de 113 bombeiros e, por isso mesmo, agora que chegaram ao fim as suas funções de chefia, o ex-Comandante mereceu, na Reunião camarária de hoje, um voto de louvor da parte do Executivo. De acordo com o quadro legal em vigor, a Autarquia já procedeu, de resto, à nomeação, em regime de substituição, do Bombeiro Subchefe José Minas para o cargo de Comandante do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal, até ao final do concurso.

O concurso para Comandante do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal será realizado ao abrigo do Estatuto de Pessoal dos Bombeiros Profissionais da Administração Local (Decreto-Lei nº 106/2002, de 13 de abril). O recrutamento para o cargo em questão exige, assim, que os candidatos sejam licenciados, e tenham, pelo menos, quatro anos de experiência na área da proteção e socorro e no exercício de funções de comando ou chefia. O escolhido será provido em comissão de serviço pelo período de cinco anos.

Durante os últimos três anos, o Comandante José João de Freitas exerceu “as funções atribuídas de forma diligente, competente, respeitosa e colaborante, num quadro de atuação de grande complexidade e elevado grau de exigência, contribuindo decisivamente para a estabilidade necessária num período crucial para o futuro deste Corpo de Bombeiros, atendendo nomeadamente à transição dos Bombeiros Municipais para Corpo de Bombeiros Sapadores. A dedicação, a responsabilidade e a disponibilidade permanentes, manifestadas durante este período, merecem o maior reconhecimento da Câmara Municipal do Funchal", pode ler-se no voto de louvor proposto pelo Executivo Municipal e que foi aprovado hoje.