27 Julho 2017
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Áreas de Reabilitação Urbana » ARU do Centro Histórico do Funchal » ORU (PERU) em discussão pública
ORU (PERU) em Discussão Pública Versão para impressão Enviar por E-mail

03 ORU  mapa-CORES red 02 Orto-limite-ORU

 Clique nas imagens para aumentar

 

 

PROJETO DE OPERAÇÃO DE REABILITAÇÃO URBANA
ORIENTADA POR
PROGRAMA ESTRATÉGICO DE REABILITAÇÃO URBANA
PARA A ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA DO CENTRO HISTÓRICO DO FUNCHAL

RESULTADOS DO PERÍODO DE DISCUSSÃO PÚBLICA

 Paulo Alexandre Nascimento Cafôfo, Presidente da Câmara Municipal do Funchal, no uso da competência que lhe advém da alínea t), do n.º 1, do artigo 35.º do Anexo I à Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro e em cumprimento do disposto no artigo 56.º do citado diploma, torna público que a Câmara Municipal, em reunião ordinária realizada a 13 de julho de 2017, deliberou aprovar o “Relatório de Ponderação dos Resultados da Discussão Pública” do projeto da operação de reabilitação urbana que contempla um programa estratégico de reabilitação urbana, para a Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico do Funchal, submetido a discussão pública, nos termos do artigo 4º do artigo 17º do Regime Jurídico da Reabilitação Urbana, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 307/2009, de 23 de outubro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 32/2012, de 14 de agosto, promovida nos termos previstos no artigo 89.º do Decreto-lei n.º 80/2015, de 14 de maio em conjugação com o artigo 55.º do Decreto Legislativo Regional n.º 43/2008/M, de 23 de Dezembro, que estabeleceu o Sistema Regional de Gestão Territorial (SRGT) em vigor na Região Autónoma das Madeira (RAM).

Por conseguinte, nos termos do n.º 6 do artigo 89.º do Decreto-lei n.º 80/2015 de 14 de maio, que aprovou o Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT) conjugado com o n.º 8 do artigo 55.º do Decreto Legislativo Regional n.º 43/2008/M, de 23 de Dezembro, que estabeleceu o Sistema Regional de Gestão Territorial (SRGT) em vigor na Região Autónoma da Madeira (RAM), tornam-se públicos os resultados da Discussão Pública do projeto da operação de reabilitação urbana que contempla um programa estratégico de reabilitação urbana, para a Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico do Funchal:

No dia 4 de maio de 2017 a Câmara Municipal do Funchal deliberou submeter a discussão pública o projeto da operação de reabilitação urbana que contempla um programa estratégico de reabilitação urbana, para a Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico do Funchal

O período da Discussão Pública decorreu por 20 dias úteis, tendo-se iniciado a 5 de junho de 2017 e terminado a 3 de julho de 2017.

Não foram registadas consultas presenciais ao documento em discussão pública.

Foi entregue com registo de entrada oficial nos serviços da Câmara Municipal apenas 1 (uma) participação contendo reclamações, observações, sugestões e pedidos de esclarecimento.

Resultantes da análise e ponderação do processo da Discussão Pública, foram apuradas os seguintes tipos de incorporações / alterações à ORU-CHF orientada por PERU:

GRUPO A – ALTERAÇÕES RESULTANTES DAS PARTIPAÇÕES NA DISCUSSÃO PÚBLICA

Após ponderação da única participação apresentada e de forma a evitar equívocos sobre a área de intervenção proposta no PERU, foram introduzidas pequenas alterações de pormenor textual aos elementos disponibilizados nesta consulta, que consistiram, resumidamente, no seguinte:

a) Remoção da referência a “frente portuária” no nome da antiga OP12, agora OP 14. A identificação da operação passa de “OP12 - Requalificação da Avenida do Mar e frente portuária” para simplesmente “OP 14 - Requalificação da Avenida do Mar”.
 
b) Correção das ações a efetuar na operação prioritária “Requalificação da Avenida do Mar” (antes OP 12, agora OP14), tendo sido retirada a ação “Requalificação da Praça do Povo”, espaço sob jurisdição da APRAM. Nesta mesma OP foram removidas todas as referências a “praça” tendo sido substituídas pela referência “avenida”.


Grupo B – ALTERAÇÕES RESULTANTES DE ACERTOS E AFINAÇÕES FUNCIONAIS DE INICIATIVA DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL:

Foram também introduzidas algumas alterações da iniciativa da administração que consistiram sobretudo na facilitação do manuseamento do documento, no enriquecimento gráfico do mesmo e na disponibilização de mais dados para a futura execução das ações e operações previstas, que consistiram, resumidamente, no seguinte:

a) Melhoramento do grafismo geral de todo o documento (nomeadamente espessura de linhas, tramas e qualidade das imagens);

b) Repartição do documento por três cadernos separados, para um melhor manuseamento, mas mantendo-se todos os conteúdos postos a discussão pública:

i) Caderno (.), contendo os diagnósticos efetuados;
ii) Caderno (1.), contendo as ações e operações prioritárias a efetuar na ARU;
iii) Caderno (2.) contendo a previsão da concretização financeira e jurídica das ações e operações prioritárias.

c) Inclusão de informação referente ao regime excecional para a reabilitação urbana, para uma informação mais completa dos instrumentos legislativos de reabilitação postos ao dispor dos investidores particulares.

d) Adição de uma nova operação prioritária, a OP 11 – Revitalização do Quarteirão do Castanheiro.

e) Renumeração de algumas Operações Prioritárias, como consequência da adição referida na alínea anterior.

f) Enriquecimento do diagnóstico com os levantamentos do estado de conservação do edificado no núcleo histórico de Santa Maria, omissos na primeira entrega.

g) Em consequência da alínea anterior, na OP 16 – Requalificação dos Planos de Fachada foram adicionadas as ruas referentes ao núcleo histórico de Santa Maria.


CONCLUSÕES

Considerando que as alterações atrás enunciadas não constituem alterações substanciais ou de fundo ao projeto inicial, dado que não afetam a estruturação global do instrumento nem introduzem soluções fundamentais divergentes das anteriormente divulgadas.

Considerando que o projeto (PERU) necessário para a execução da ORU sistemática para a ARU do Centro Histórico do Funchal recebeu parecer favorável pelo IHRU, enquadrando-se nas disposições legais e formais previstas no RJRU.

Considerando que foram cumpridas as formalidades e promovida a participação pública, nos termos previstos pela legislação aplicável;

Pode concluir-se que o projeto de ORU sistemática, orientada através de PERU, para a ARU do Centro Histórico do Funchal “Cidade Com Vida” reuniu as condições para ter sido submetida a reunião da Câmara Municipal, para deliberação e posterior envio à Assembleia Municipal para aprovação final.

Informa-se ainda que o “Relatório de Ponderação dos Resultados da Discussão Pública” do projeto da operação de reabilitação urbana que contempla um programa estratégico de reabilitação urbana, para a Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico do Funchal encontra-se disponível no sítio da internet da Câmara Municipal do Funchal (www.cm-funchal.pt), na área de atuação do Ordenamento do Território, na secção das Áreas de Reabilitação Urbana, subsecção ARU do Centro Histórico do Funchal, ORU (PERU) - Discussão Pública.


Mais se informa que, em cumprimento do disposto no n.º 3 do artigo 89.º do RJIGT, conjugado com o n.º 6 do artigo 55.º do SRGT, as respostas a todas as participações contendo reclamações, observações, sugestões e pedidos de esclarecimento que deram entrada oficial durante o período de Discussão Pública da ORU-CHF orientada pelo PERU, foram comunicadas por escrito aos interessados, sem prejuízo do disposto no artigo 10º, n.º 4, da Lei n.º 83/95 de 31 de Agosto.

 

 

 

 

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2017, Municipio do Funchal Facebook | RSS