24 Agosto 2017
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial
Espadim-branco capturado pela embarcação “Pesca Grossa” no torneio Madeira Big Game Challenge 2017 Versão para impressão Enviar por E-mail
00
 
No dia 16 de julho, foi capturado um espadim-branco-do-Atlântico a 1,5 milhas ao largo da Ponta do Pargo pela embarcação “Pesca Grossa” no âmbito do torneio Madeira Big Game Challenge 2017, cujo júri Dr. Eduardo Teixeira tem ajudado a Estação de Biologia Marinha do Funchal na investigação dos espadins no arquipélago da Madeira.

 Os investigadores da Estação de Biologia Marinha do Funchal deslocaram-se no passado dia 16 de julho ao Porto de Recreio da Calheta para recolher o exemplar de espadim capturado no âmbito do torneio.

Na amostragem biológica do espadim-branco-do-Atlântico, da espécie Kajikia albida, que media 2,2 m de comprimento total e pesava 24 kg, foram retiradas fotografias do exemplar fresco, a identificação foi feita ao pormenor e a espécie preservada e incluída nas coleções marinhas do Museu de História Natural do Funchal, depositadas na Estação de Biologia Marinha do Funchal. Foram registadas várias medidas, retiradas 3 amostras de tecido para posteriores estudos de genética, amostras de gónadas para identificação do estado de maturação, conteúdo estomacal para o estudo da dieta alimentar do peixe e parasitas. O trabalho de investigação dos espadins tem sido coordenado desde 2009 por Mafalda Freitas, tendo contado com a colaboração de vários estudantes bem como com a valiosa colaboração das embarcações que se dedicam ao Big Game Fishing.   

O espadim-branco-do-Atlântico é uma espécie de peixe ósseo oceânica, pelágica e altamente migratória que ocorre desde a superfície até aos 150 m de profundidade, e vive no Oceano Atlântico entre os 45°N to 45°S e os 35°S. É conhecida por frequentemente atordoar ou capturar as suas presas utilizando o bico como espada. É um peixe rápido e grande predador que pode alimentar-se de lulas na sua maioria, mas também crustáceos e peixes.

As fêmeas atingem maiores dimensões que os machos. Na época de reprodução migram para águas subtropicais, atingindo um pico no início do verão. Estima-se que viva até os 15 Anos e atinja os 3 m de comprimento e 82.5 kg de peso. Espécie ameaçada, classificada de Vulnerável.

 

Galeria de Fotos

 

 

 

 

 

(Fotos de: direitos de autor "©"; Texto de: Mafalda Freitas /DCRN)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2017, Municipio do Funchal Facebook | RSS