20 Outubro 2017
pt | en Contactos | Mapa do Site
Ambiente - Parque Ecológico do Funchal
Página Inicial » Conservação da Natureza » Viveiro de Plantas
Viveiro Florestal da Ribeira das Cales Versão para impressão Enviar por E-mail
DSCN2656O Viveiro Florestal da Ribeira das Cales está localizado junto à Estrada Regional que liga o Monte ao Poiso, na Ribeira das Cales. Apresenta uma área de cerca de mil e cem metros quadrados.
Esta infra-estrutura foi criada em 1988 com o objectivo de produzir plantas indígenas para reflorestar o Parque Ecológico. É também um local onde são desenvolvidas acções de educação ambiental para a população escolar, permitindo o contacto com diversas plantas da flora e onde podem colaborar em todo o seu processo de propagação.

DSCN2656

O Viveiro da Ribeira das Cales funciona desde 1998 e sua produção é maioritariamente de plantas indígenas para utilização nas ações de recuperação do coberto vegetal do Parque Ecológico. Esta infraestrutura ocupa uma área aproximada de 1100 m2, tem uma pequena estufa, um armazém e áreas de sementeira direta no solo e outras destinadas ao armazenamento de plantas em recipiente. É também um local de visita, onde são dinamizadas ações de educação ambiental e atividades práticas de colaboração nos processos de propagação de plantas.
O estudo e propagação de espécies raras da flora da Madeira é uma atividade complementar à produção regular do Viveiro, mas importante para assegurar a continuidade de diversas espécies e otimizar os protocolos de propagação.

Em 2010, a produção foi incrementada com o objectivo de dar resposta às acções de plantação que decorrem para a recuperação do Parque, após o fogo que devastou grande parte do seu coberto vegetal. Os recursos humanos foram reforçados e aumentou a diversidade e as quantidades de espécies propagadas, que rondam as 60.000 plantas por ano.

A produção é essencialmente assegurada por via seminal para a maioria das espécies, com destaque para o Loureiro (Laurus novocanariensis), a Faia-das-ilhas (Myrica faya), o Vinhático (Persea indica) e o Til (Ocotea foetens). A utilização de estacas é destinada somente à propagação de Uveira-da-serra (Vaccinium padifolium), Seixo (Salix canariensis), Roseira-brava (Rosa mandonii) e Sabugueiro (Sambucus lanceolata).
 
Fases de produção de uma planta
- Colheita dos frutos
- Separação das sementes
- Sementeiras
- Irrigação regular
- Germinação das sementes
- Repicagem de plantas jovens
Galeria de Fotos
 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2017, Municipio do Funchal Facebook | RSS